Rua Batuira, 400 - B. Assunção

São Bernardo do Campo/SP

Rua Machado Bittencourt, 86

Metrô Santa Cruz - São Paulo/SP

(11) 5573-3402
(11) 4344-2222
MATRIZ - SBC/SP
AMBULATÓRIO SP
(11) 95062-5600
WHATSAPP

Para informações diversas

Segunda à Sexta das 09h às 16h.

Dependência Química

Uma doença que pode ser tratada

 

Reconhecida como uma doença pela OMS - Organização Mundial da Saúde, a dependência química encontra no CTBM uma estrutura com recursos hospitalares modernos e a aplicação de tratamentos com metodologia especializada.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Unidade de Internação

 

Composta por enfermaria masculina e feminina, posto de enfermagem, salas de atendimento médico intensivo, leitura, sala de estar, atividades grupais e palestras. Estruturada para priorizar o foco na recuperação, visa o aspecto psicopedagógico, dentro de um protocolo terapêutico cognitivo comportamental, através de estudos de conscientização sobre a síndrome, atividade de sensibilização emocional e corporal, através de técnicas específicas para romper bloqueios afetivos, reformulação de valores éticos-morais, programa de 12 passos, orientação familiar e abstinência ao álcool, tabaco e outras drogas.

 

São disponibilizadas atividades externas de ressocialização, entre outras, como aconselhamento individual, atividades grupais e acompanhamento médico.

 

Os dependentes são acompanhados por equipe multidisciplinar composta por Psiquiatras, Psicólogos, Farmacêuticos, Assistentes Sociais, Terapeutas Ocupacionais, Educadores Físicos, Nutricionistas e Enfermeiros.

 

 

Atendimento Ambulatorial

O tratamento ambulatorial é indicado para dependentes químicos em fase inicial ou intermediária da doença. Nessa modalidade o dependente pode tratar-se sem ser necessário abandonar o convívio familiar e nem afastar-se das tarefas do dia a dia. Para isso o dependente passa por uma avaliação inicial com profissionais especializados, a fim de identificar o perfil do paciente e a indicação de tratamento, ambulatorial ou internação.

O tratamento ambulatorial é fundamental para sustentar a abstinência e fornecer ao dependente suporte terapêutico para re-estabelecer sua rotina e aplicar o seu novo plano de vida.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Este plano e tratamento é desenvolvido em fases, sendo:

Tratamento Ambulatorial de Dependência Química - 1ª Fase

Requisitos básicos para ingresso nesta fase de tratamento são as condições físicas e emocionais de manter-se em abstinência do uso de substâncias psicoativas (álcool e drogas), segundo critérios médicos e equipe multidisciplinar. Através da terapia cognitivo-comportamental, o dependente tem todo o suporte para que seja possível mudar o estilo de vida e o comportamento compulsivo. O programa contempla aprendizado sobre a natureza básica da dependência química, por meio de palestras psicoeducativas, psicoterapia de grupo, orientação individual e personalizada.

Pós-Tratamento - 2ª Fase (Etapa de Manutenção)

Atividade específica para dependentes químicos que concluíram o tratamento ambulatorial (1ª fase) e que necessitam melhorias na qualidade de vida. Esta fase tem como objetivo a manutenção da abstinência, previnir futuras recaídas no uso de psicoativos, alavancar condições de sobriedade e favorecer estilo de vida saudável.

Tratamento para Codependente

Indicado para pessoas cuja vida tenha ficado fora de controle por viver uma relação doentia com um dependente químico ativo ou não. O codependente geralmente apresenta problemas de ordem física e emocional, como dores físicas inespecíficas, problemas psicossomáticos associados a desânimo e tristeza constantes, dificuldade de lidar com limites, baixa estima, entre outros. O tratamento tem como objetivo ajudar o codependente a identificar a natureza básica de seus problemas, levando-o a separar-se da crise do dependente, promovendo a motivação para crescimento pessoal e desenvolvimento a auto-estima, inserindo-o em um processo de recuperação contínua.

Psicoterapia Especializada

Realizada por profissionais credenciados em psicologia e especializados dentro do campo da dependência química. Indicada para dependentes químicos e que tenham superado a negação da doença, estejam abstinentes de substâncias psicoativas e vivenciando dificuldades específicas relacionadas a eventos traumáticos na sua história passada (abuso emocional / sexual na infância, conflitos quanto à identificação sexual, entre outros) e que requeiram ajuda especializada para elaborar estas dificuldades sem interferir no programa de recuperação da dependência química.

Programa de Aconselhamento Empresarial

Atendimento especializado aos colaboradores de empresas, cujo padrão de uso de substâncias psicoativas é considerado leve. O colaborador é avaliado por Psiquiatras e Terapeutas e não havendo indicação para internação e/ou tratamento ambulatorial de dependência química, inicia o programa de aconselhamento.

Programa de Aconselhamento Familiar

Específico às famílias que buscam encaminhar para tratamento o dependente em fase aguda e que esteja em negação da doença. O atendimento é desenvolvido por profissionais capacitados em processos de intervenção e orientação, a fim de proporcionar à família entendimento sobre a doença e romper com os processos de facilitação familiar.